Buscar
  • Pulso

INTRODUÇÃO CONTROLE FINANCEIRO

Grandes empresas conseguem definir seus planejamentos a curto, médio e longo prazo e isso se deve principalmente a um conhecimento e consciência de tudo que acontece dentro da empresa no aspecto financeiro, ou seja, é necessário um controle e uma análise do campo.


O controle financeiro é o ponto mais delicado da gestão de um negócio. Desta maneira, em pequenos e médios empreendimentos, esse é um ponto que nas maiorias das vezes, é tratado da maneira inadequada. Os principais erros cometidos são a falta de distinção entre despesas pessoais e do negócio, ausência de ferramentas de controle financeiro e automação e gestão baseada apenas no “feeling”.

O processo de controle financeiro, oferece uma perspectiva completa e objetiva sobre as condições financeiras atuais do seu empreendimento, contribuindo diretamente no poder da decisão sobre investimentos futuros. Conhecer o futuro da empresa é fundamental para dar rumo nas atividades e processos. Além disso, sem um controle financeiro os planejamentos tornam-se insustentáveis.

Mas afinal, o que é um controle financeiro?

O processo de controle financeiro fundamenta-se na coordenação de atividades, isto é, no registro de contas a pagar e receber, registro de caixa das entradas e saídas, controle de estoque e um controle bancário. É por meios de relatórios financeiros feito a partir de dados patrimoniais, ou seja, catalogar os bens da empresa, o capital de giro, as tendências de crescimento e a rentabilidade, e também da análise da situação do fluxo de caixa.

Fluxo de caixa, através dele, declara a quantia de caixa recebido e gasto durante um período de tempo estabelecido.

Pensando nisso, este artigo tem como objetivo esclarecer os principais pontos que devem ser tratados em relação às finanças. Então, esperamos que ao final, esteja bem informado. Além disso, queremos que saiba o que precisa ser feito para aprimorar o controle financeiro. Então vamos lá?

Com a ausência de um controle financeiro bem estruturado, e juntamente com a falta do planejamento, é evidenciável o aparecimento de alguns problemas organizacionais e o surgimento de alguns sinais que evidenciam a necessidade da estruturação, sendo eles:


● Misturar contas pessoais com as do negócio;

● Não ter claro no financeiro as entradas e saídas;

● Dívidas recorrentes;

● Baixa taxa de solvência, ou seja, o número de meses que a empresa consegue suportar em tempos de poucas vendas;

● A falta do direcionamento para investir de forma assertiva;

● Não ter indicadores financeiros da empresa;

● Não apresentar um planejamento orçamentário futuro bem definido, assim como metas realistas, vendas e as despesas esperadas;

● Suspeita de fraude na empresa;

● Diminuição do fluxo de caixa.

Sabe-se que fazer o controle é vital para o empreendimento, mas nem sempre os gestores conseguem realizá-lo de maneira tão eficiente, o que é evidenciado pelos sinais de uma prática incompleta ou até mesmo a inexistência do controle financeiro, resultando em consequências, seja em pequeno, médio ou longo prazo, sendo elas:

Falta de controle sobre as finanças: podem haver gastos desnecessários, excessivos, e até mesmo imprevistos, afetando o fluxo de caixa, podendo esvaziar.

Percepção errada da situação atual: quando não se baseia em dados objetivos e reais, pode-se ter uma noção do orçamento e do fluxo de caixa.

Implicação na funcionalidade dos outros setores: todos os outros departamentos precisam de um orçamento para o funcionamento adequado, caso contrário, todos estes podem ser comprometidos e até mesmo inviabilizados.

Aumento do endividamento: se não tem uma visão clara dos valores disponíveis, pode haver o aumento das despesas, gerando então uma possível perda da lucratividade e um maior endividamento.

Redução dos investimentos no negócio: quando o controle não é tão eficiente, há uma disponibilidade menor de recursos para investimentos, e também, a dificuldade de determinar o momento ideal de investir

Perdas de oportunidades de crescimento: não tendo um controle que permita poupar recursos, pode-se perder oportunidades de crescimento a longo prazo, e consequentemente, não ter chances de conseguir uma vantagem competitiva no mercado

Falência: Dependendo da gravidade da situação pela falta de organização financeira, pode-se conduzir ao cenário de falência.

---------------------------------------------------------------------------

Importância e vantagens:


Uma empresa que tem uma boa gestão de suas finanças já está muito na frente em relação a vários aspectos, pois isso traz diversas vantagens e é de extrema importância estrutura e manter o financeiro organizado e planejado.


Uma grande vantagem de um bom gerenciamento financeiro é que com isso é possível

pensar em estratégias para a empresa de forma mais concreta, pois isso facilita que o

gestor tenha uma melhor eficiência na hora de direcionar os investimentos para fazer

com que a organização tenha um crescimento.


Investimento é o gasto/aplicação de recursos com a intenção de gerar um retorno futuro e

tanto o uso desses recursos quanto os frutos gerados podem possuir naturezas diferentes da monetária, como é comumente associado.


Mas para se falar de investimentos empresariais deve se pensar primeiramente em dois

conceitos, sendo eles: estabilidade de caixa e capital de giro. Isso porque para a realização de investimentos é crucial que a saúde financeira não seja prejudicada, pois se trata de gasto de recursos com possível retorno apenas em médio-longo prazo. Logo, para se pensar em realizar esse tipo de expansão de maneira segura, o empreendimento deve estar vivendo um bom momento de forma que exista um lucro fora o capital de giro.


Ter o controle financeiro da empresa também está diretamente relacionado com

outras áreas da empresa, pois é necessário que os recursos financeiros sejam

disponibilizados para o bom funcionamento de outras áreas, portanto esse controle é

crucial para o gerenciamento de outros setores da empresa.


Ainda relacionado com a melhora do funcionamento dos outros setores da empresa, em consequência disso é possível observar um aumento na produtividade geral da empresa e na rentabilidade. Sendo assim, um controle financeiro eficaz alavanca a lucratividade da instituição, e também sendo possível evitar fraudes, a partir de um bom monitoramento da parte financeira da empresa.


Logo, conseguimos perceber toda a importância e a relevância da boa estruturação do setor financeiro. Isso atrelado aos muitos benefícios de sua execução e as consequências de não desempenhá-la, e assim percebemos que um dos primeiros passos para um crescimento seguro e saudável de um empreendimento, ainda mais em tempos de crise, é a boa gestão financeira. O que melhora gradativa e exponencialmente o entendimento da saúde do seu negócio, e para isso nós da Pulso Consultoria podemos ajudar, com soluções personalizadas para cada situação enfrentada por você.


0 visualização
NOSSO TELEFONE
Temporariamente
NOSSO EMAIL
NOSSOS HORÁRIOS

(24) 9 9913-3771

Segunda a Sexta, das 08h às 18h.

NOSSOS SERVIÇOS

Engenharia

Finanças

Marketing

Pessoas

Plano de Negócios

Planejamento Estratégico

Mercado

Estoque

ENCONTRE-NOS
LINKS IMPORTANTES

Avenida dos Trabalhadores ,

nº 420, sala A-13 


Vila Santa Cecília, Volta Redonda

 

Contato

Quem somos

Pré inscrição Renove

Pulso Consultoria - Empresa Júnior UFF

Desenvolvido por: Pedro Leme

  • Instagram
  • Facebook Social Icon