• Pulso

Empreendedorismo em alta na pandemia: Confira os 5 segmentos que mais cresceram no ano de 2021

Na pandemia, empreender passou a ser opção tanto de quem buscava ter uma renda extra, como também de quem desejava viver dos lucros do próprio negócio.


O brasileiro, por si só, gosta de empreender. Porém, em tempos de crise, essa tendência fica ainda mais perceptível. No ano passado, segundo o Ministério da Economia, foram abertas 33.579 o que representa um aumento de 6% na abertura de negócios em relação a 2019.


O empreendedorismo ganha cada vez mais força no Brasil. Segundo dados do Sebrae, 24,76% dos brasileiros estão empreendendo, o que corresponde a 1 a cada 4 pessoas no país. Ainda conforme a mesma pesquisa, a taxa de empreendedorismo é de 38%, na população entre 18 e 64 anos. Nesse sentido, com a Selic mais baixa, em torno de 4,25% ao ano e novas oportunidades devido ao cenário, vários negócios tem se formalizado.


Em cinco anos, a taxa de empreendedores formalizados, de acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), cresceu em torno de 27%. Porém, o órgão afirma que o crescimento do empreendedorismo já era tendência, antes mesmo da pandemia. Ou seja, alguns setores estão se destacando, com o crescimento de novas empresas este ano.


Acompanhe 5 setores que mais crescem em 2021:


1 – Ecommerce O Comércio eletrônico não é novidade para os brasileiros, porém, com o longo período de isolamento social, notou-se um aumento expressivo no consumo pela internet. Segundo a plataforma Ebit, o mercado de Ecommerce deve crescer 26% em 2021.


2 – Cursos Online Muitos profissionais não tiveram outra escolha a não ser o reposicionamento no mercado de trabalho. Os cursos online são uma ótima oportunidade de capacitação para 2021. Pesquisa do Google apontou um crescimento de 130% na procura por cursos online, ainda em março de 2020.


3 – Mercado Pet O Brasil tem a terceira maior população PET do mundo. A pandemia intensificou o relacionamento dos donos com seus animais de estimação, consequentemente os cuidados e gastos também aumentaram nesse período. Empresas do setor se adequam ao mercado online para aumentar as vendas em 2021.


4 – Delivery O Delivery é um serviço que cresceu exponencialmente em 2020 e promete mais crescimento para 2021. As restrições de consumo nos próprios estabelecimentos, devido às regras de isolamento social, levaram alguns gestores a mudarem suas estratégias, optando pelo delivery.


5 – Beleza e Cosméticos Atualmente, o Brasil ocupa a quarta posição do ranking mundial de Beleza, liderado por Estados Unidos, Japão e China. Estima-se que em 2021 haverá um crescimento de 4,5% no número de novos salões no país.


Acompanhe a Pulso nas redes sociais e fique por dentro de atualizações sobre o mercado e dicas valiosas para o seu empreendimento! ou também, fale conosco!

0 comentário